Artigos

Quando devo operar catarata ?

Essa pergunta tem se tornado comum no dia a dia das clínicas oftalmológicas, pois antigamente se ouvia muito do médico que devíamos esperar a catarata ficar “madura”, “grande”, “total”, para que se realizasse a cirurgia. Hoje em dia com advento da moderna técnica da facoemulsificação e com o implante de lentes dobráveis a indicação é outra. Não devemos mais esperar ter perda completa da visão, devemos realizar a cirurgia no momento em que a catarata já traz um prejuízo no cotidiano da pessoa, ou quando a catarata está afetando adversamente a saúde do olho.

A catarata é um problema de perda da visão que vai aparecer com o avanço de nossa idade (catarata mais comum chamada de senil). Hábito de fumar, diabetes, exposição frequente a luz ultra-violeta são fatores conhecidos que podem fazer a catarata chegar mais cedo nas nossas vidas.

É importante lembrar que o cirurgião deve dorminar a técnica de facoemulsificação (que se usa anestesia local, não precisa dar pontos e o cristalino turvo é eliminado por meio de energia ultrassônica por incisão menor que 3 mm que usa para introduzir a lente dobrável) e estar numa clínica capacitada para realizar esta cirurgia. O IOT se orgulha de operar em Teresópolis com esta técnica moderna desde 1999 e trazer para os pacientes que buscam os mais avançados tratamentos oftalmológicos, confiança e satisfação.

É necessário algum exame antes da cirurgia ?

Além dos exames do cardiologista e de sangue são necessários exames do globo ocular para se obter maior previsibilidade e confiança no resultado da cirurgia. O Conselho Brasileiro de Oftalmologia e a COESO (Cooperativa de Sociedade Brasileira de Oftalmologia), normatizaram os exames que devem ser solicitados de rotina para as cirurgias de catarata, são eles:

• Mapeamento da Retina – observam toda a retina para verificar alterações por hipertensão, diabetes ou outros.
• Ultra-sonografia Ocular – quando não for possível realizar um bom mapeamento por causa do tamanho da catarata ou em casos especiais.
• Pam – que verifica potencial de acuidade visual.
• Microscopia Especular da Córnea – verifica a quantidade de célula da córnea.
• Ecobiometria – faz o cálculo de lente intra-ocular.
• Topografia, ERG e Retinografia – em casos especiais.


De acordo com a OMS – Organização Mundial de Saúde pelo menos 180 milhões de pessoas no mundo sofrem de algum tipo de deficiência visual, porém 80% das doenças dos olhos tem prevenção e tratamento com modernos recursos e o INSTITUTO DE OLHOS TERESÓPOLIS se orgulha de ter trazido para Teresópolis estes recursos.

Convênios

Trabalhamos com convênios atendendo aos principais planos do mercado. Consulte-nos!

Exames

Ecobiometria

Teste Ortóptico

Gonioscopia


Para saber mais

Catarata



Rua Edmundo Bittencourt, 20 - Centro - Teresópolis - RJ
Tel.: (21) 2643-2235 / 2643-0711

Funcionamento: Segunda a Sexta | 08h às 18h • Sábado | 9h às 12h